Como instalar o Python no Windows

Objetivos:
Aprenda como instalar o Python no Windows e se prepare para acompanhar as próximas aulas sobre programação em Python.
Recursos e materiais:
Computador com Windows e conexão com a internet
Última atualização:
15/02/2021
Aulas do capítulo:

Na última aula, ficamos conhecendo a PEP8 e algumas de suas recomendações para escrevermos um código em Python que seja limpo e de qualidade. Agora, para que possamos colocar a mão na massa e embarcar de vez em nossa jornada rumo ao domínio do Python, aprenderemos como instalar o Python no Windows.

Passo a passo para instalar o Python no Windows

O primeiro passo para a instalação é fazermos o download do instalador do Python para Windows. Para isso, acesse a página de download neste link e baixe o arquivo executável mais recente do Python 3. Conforme mostrado na Figura 1, no momento em que elaboramos esta aula, o instalador mais recente é a versão 3.9.1.

Página de download do Python para Windows
Página de download do Python para Windows.

Depois de realizado o download, execute o instalador. A tela da Figura 2 deverá aparecer. Garanta que as opções “Install launcher for all users (recommended)” e “Add Python 3.9 to PATH” estão selecionadas e clique em “Install now”.

Tela inicial do instalador do Python para Windows
Tela inicial do instalador do Python para Windows.

Aguarde o processo de instalação do Python terminar. Ao final, caso toda a configuração tenha sido um sucesso, você deverá ter a tela da Figura 3. Selecione a opção “Disable path limit” e clique em “Close”.

Tela final do instalador do Python para Windows
Tela final do instalador do Python para Windows.

Verificando a instalação

Depois de instalado o Python no Windows, abra o terminal de comandos. Para isso, pressione “Win+R” e digite “cmd” quando o explorador de arquivos aparecer (Figura 4). Clique em “OK”.

Abrindo o terminal de comandos no Windows
Terminal de comandos no Windows.

Quando o terminal aparecer, digite “Python -V” e pressione Enter. Você deverá obter uma resposta com a versão instalada do Python. No nosso caso, a versão que recebemos é a 3.9.1, de acordo com a versão do instalador que baixamos no início do processo.

C:\Users\gustavoqf>Python -V
Python 3.9.1

Ainda com o terminal aberto, digite o comando “PIP -V” e pressione Enter. Como mostrado abaixo, a resposta recebida deverá ter a versão instalada do PIP e o caminho do diretório.

C:\Users\gustavoqf>Pip -V
pip 20.2.3 from C:\users\gustavoqf\appdata\local\programs\python39\lib\site-packages\pip (python 3.9)

As aplicações em Python geralmente fazem uso de pacotes e módulos que não estão inclusos por padrão e que precisam ser instalados de acordo com a necessidade. O PIP (“Package Installer for Python”) é quem gerencia a instalação desses pacotes e módulos, possibilitando que os programas sejam menores e contenham apenas os recursos que, de fato, precisam para funcionar.

Trabalhando com ambientes virtuais

Instalar os pacotes e módulos que você utiliza em seus projetos todos em um mesmo ambiente de trabalho pode levar a alguns problemas. Primeiro, cada projeto irá conter todas as ferramentas instaladas, independentemente de fazerem uso delas ou não, levando a consumo desnecessário de recursos. Em segundo lugar, alguns pacotes podem entrar em conflito entre si, criando problemas inesperados no funcionamento do código. Além disso, pode acontecer também de diferentes projetos precisarem fazer uso de um mesmo pacote, mas em versões diferentes, o que seria impossível caso eles estivessem instalados no mesmo lugar.

Para evitarmos esses problemas, quando programamos em Python, é comum utilizarmos um ambiente virtual para cada projeto. Desta forma, podemos instalar todas as ferramentas que um projeto necessita em seu ambiente virtual, mantendo-as isoladas do restante do sistema operacional e de outros ambientes virtuais.

Para criar um ambiente virtual do Python no Windows, navegue até a pasta onde você deseja iniciar o seu projeto. Em seguida, na parte superior da janela, onde aparece o caminho do diretório, digite “cmd” e pressione “Enter” (Figura 5). O terminal de comandos deverá se abrir, já na pasta de trabalho.

Abrindo o terminal de comandos no diretório de trabalho
Abrindo o terminal de comandos no diretório de trabalho.

Com o terminal aberto, digite o comando “python3 -m venv nome_do_ambiente_virtual”. Você pode escolher o nome que preferir para o seu ambiente virtual, desde que ele não contenha espaços. No nosso caso, decidimos dar o nome para o ambiente de “aprendendoPython”, de tal forma que o comando que digitamos ficou como mostrado abaixo.

C:\Users\gustavoqf\Desktop\Mecatrônica>python -m venv aprendendoPython

Neste ponto, você pode observar que foi criada uma pasta com o nome do ambiente virtual e alguns arquivos dentro dela. Essa pasta contém os arquivos do Python que foram copiados para o ambiente virtual e que são necessários para executarmos nossos códigos isolados do restante do sistema operacional. Qualquer pacote ou módulo que instalarmos nesse ambiente virtual também será adicionado a essa pasta.

Para ativar o ambiente virtual, execute no terminal (ainda aberto no diretório do projeto) o comando nome_do_ambiene_virtual\Scripts\activate.bat. Para o nosso caso, o comando ficou:

C:\Users\gustavoqf\Desktop\Mecatrônica>instalandoPython\Scripts\activate.bat
(aprendendoPython) C:\Users\gustavoqf\Desktop\Mecatrônica>

Caso tudo seja executado da forma correta, o nome do ambiente virtual deverá aparecer entre parênteses, no início de cada linha de comando, conforme também mostrado acima. Garanta sempre que o ambiente virtual esteja ativo corretamente para não instalar os pacotes e módulos no ambiente virtual de outros projetos ou mesmo na instalação do Python no sistema operacional.

Sempre que desejar desativar o ambiente virtual, digite “deactivate”, conforme representado a seguir.

(aprendendoPython) C:\Users\gustavoqf\Desktop\Mecatrônica> deactivate

Depois de tudo isso, você já possui o Python instalado e já sabe como fazer para criar ambientes virtuais. Agora, é apertar os cintos, porque nosso avião rumo ao mundo da programação em Python está prestes a decolar. Cadastre-se gratuitamente em nosso blog e acompanhe com a gente os próximos destinos. Muito crescimento, aprendizado e diversão te esperam!

Referências bibliográficas

Python Org. “Instalando o Python 3 no Windows”.Online. [Acesso em 14 fevereiro 2021];
Python Org. “Creation of virtual environments”.Online. [Acesso em 14 fevereiro 2021];

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: